A Quinta dos Poços


História

A quinta chama-se dos Poços porque quando é intensa a pluviosidade na região brotam múltiplas nascentes de água no seu solo. Foi ainda sugerido que o seu nome se deve ao facto de estar em frente ao ponto 130 ou Ponto das Poças descrito pelo Barão de Forrester no seu mapa "O Douro Portuguez e Paiz Adjacente", em 1848.

A Quinta dos Poços situa-se na zona de Património da Humanidade da Região Demarcada do Douro, na zona do Baixo Corgo, na Vila de Valdigem, Concelho de Lamego. É uma das mais antigas da região, sendo a casa-mãe um típico solar rural do século XVIII. Na mesma estacionaram tropas francesas do General de Brigada Loison, o "Maneta", aquando da primeira invasão napoleónica, em 1808.

A Quinta pertence à família do Prof. Doutor José Manuel da Costa Mesquita Guimarães.

A vinha

A Quinta dos Poços estende-se por 25 hectares de solo xistoso, típico da Região, dos quais 21 estão totalmente mecanizados em patamares e ao alto.

As castas nela produzidas são, por ordem alfabética, Donzelinho tinto (3%), Rufete (4%), Souzão (7%), Tinta barroca (12%), Tinta francisca (4%), Tinta roriz (20%), Tinto cão (5%), Touriga franca (21%) e Touriga nacional (24%).

Estas castas são consideradas as mais características e tradicionais da Região e, no terroir, encontram-se distribuídas em parcelas segundo a disposição mais adequada em termos enológicos.


© 2015 Sociedade Agrícola José Mesquita Guimarães, Lda.